terça-feira, outubro 24, 2006

Embraer, um exemplo a ser seguido

E por falar em avião, o Brasil foi capaz de construir a Embraer, uma empresa de sucesso que exporta aviões para o mundo inteiro. O modelo de sucesso começou com a fundação do Instituto Tecnológico da Aeronáutica, o ITA, fundando nos mesmos moldes do MIT dos Estados Unidos. Isso na década de 1950. O instituto criou a massa crítica necessária para a montagem de uma indústria aeronáutica, a única no hemisfério sul. Ela foi criada em 1969 com capital estatal. O primeiro produto de sucesso foi o Bandeirantes, um avião robusto que foi vendido para muitos países. Com o tempo ela foi absorvendo tecnologia e lançou vários produtos, entre eles o AMX, um avião de ataque subsônico, em parceira com a Itália. Ainda na fase estatal a Embraer deu um grande salto ao lançar a famíla ERJ 145, um avião de passageiros que é sucesso mundial. Dessa família veio o ERJ 170,175,190 e 195, com maior capacidade de passageiros. Dessa forma a Embraer é a demonstração que quando um país acredita que pode dominar uma tecnologia e se empanha para isso, ele consegue. Se fosse depender das fórmulas matemáticas dos economistas neoliberais, o Brasil hoje não estaria fazendo nem carroças. É preciso se mirar nesse exemplo e deixar de ser colonizado intelectualmente. Um país pode e deve ter política desenvolvimentista, investindo na capacidade do seu povo. É ISSO.

Um comentário:

Marcia Cristina disse...

Sr. Evaristo, não gosto do termo elite. Fica implicito a divisão de classes sociais.